O que está em suas mãos para “virar o jogo” no 2º semestre de 2016 ?

O 1º semestre foi concluído e é sempre bom fazer um balanço dos pontos que foram priorizados por você para este ano: família, carreira, autoconhecimento, vida saudável, viagens, etc. Quando começa novembro somos tomados, em geral, pelo sentimento de daqui a pouco tudo mudará com a virada do ano: vida nova, novas oportunidades, novos encontros, um emprego melhor, um carro novo; a lista é longa !

Mas se ficarmos de “braços cruzados”, fazendo as mesmas coisas de sempre, repetindo padrões, hábitos no dia a dia; qual a chance das mudanças ocorrerem ? Quase que nenhuma !

Então vem comigo nesta reflexão !  Farei 3 perguntas para te ajudar no processo de descobertas.

SUGESTÃO ! Reserve um tempo para você, mesmo que seja num café na correria do dia a dia, é importante que esteja inteiro (a) para este momento. Você pode também ir para uma sala de reunião no seu trabalho e fazer uma respiração, que ajudará a esvaziar a mente e o coração de tudo que está “roubando” a sua energia no momento. ACREDITE !

  • O que vem na sua mente quando pensa no saldo mensal das suas finanças ?
  • De 0 a 10, qual a nota que você dá hoje para o seu padrão de gastos ?
  • Qual sentimento te invade ao ver o saldo das suas finanças no 1º semestre ?

 

Se pelo menos uma das 3 perguntas foi respondida com “descontentamento”, convido a fazer uma prática que chamo de “grandes números”, é uma das ferramentas que utilizo com os meus clientes do Detox dos Gastos. Siga os passos abaixo:

  1. Escreva num papel: renda, gastos e saldo (Trabalhe com os valores médios mensais);
  2. Calcule o saldo, utilizando a fórmula: saldo = renda – gastos;
  3. Se o saldo for negativo ou “zero”, siga no passo 4 (saldo positivo não será alvo deste artigo);
  4. Calcule uma redução no total de 5%, 10% e 20%;
  5. O valor total parece possível de tornar real a redução para os próximos meses ?
  6. Agora, multiplique estas reduções pela quantidade de meses até o final do ano (5, pois já estamos a mais da metade de julho).

 

E aí, gostou dos números que visualizou “no papel” para redução no perfil de gastos até dezembro ? Está surpreso de que 20% é uma quantia significativa ? Agora encontre o seu % ideal de redução, elegendo 5 (cinco) itens para realizar as reduções.

Concordo com você que não é fácil realizar os cortes nos gastos. Por outro lado, compartilho que ao realizar esta prática nos atendimentos de consultoria e coaching em Finanças Pessoais, classifico as reações dos clientes em 3 estágios:

Estágio 1 – antes de colocar no papel: ah, é brincadeira que você quer que reduza em 5% as despesas, quando tudo está aumentando acima do tal indicador de inflação divulgado ! Informo que os últimos indicadores divulgados pelo Banco Central foram: juros de 14,25% (em 20/07/16) e inflação IPCA de 6,9% (em junho/16) e que o mercado ainda oscila bastante em suas estimativas quanto à melhoria da economia.

Estágio 2 – após colocar no papel: acho que dá para cortar um pouco além de 5%. Neste momento, quem tem um gasto mensal de R$ 10.000, fez a simulação e a redução total é de R$ 500. E abrimos os itens de despesas para que sejam encontradas as oportunidades reais.

Estágio 3 – transformação: na “expressão facial”, o sorriso aparece no rosto, o “brilho nos olhos” ou um “suspiro de alívio”. O que acontece é que após listar as possibilidades de redução, a pessoa está fortalecida e sente-se capaz de ir além; assumir um desafio maior. Isso porque, o “dono das finanças” construiu  as possibilidades e tomou decisões que “avaliou” serem possíveis.

O processo descrito acima não é mágica, mas sim uma técnica de conexão com a realidade financeira e seus componentes, que em geral as pessoas “procrastinam”, pois no inconsciente não querem entrar em contato com ela.

Uma emoção que tem sido uma constante quando aplico esta prática e pergunto: o que estão sentindo é uma “velha” conhecida de todos nós – O MEDO ! Sim, este sentimento que insiste em nos acompanhar nas situações em que temos que tomar as decisões mais importantes das nossas vidas e que nossa mente aparece como uma “mãezona” protetora, dizendo: “Deixa isto para lá, você pode se machucar!”. Mas esta questão ficará para outro artigo, pois é muito rica e importante no campo das emoções relacionadas à forma como você tem tratado as suas finanças até hoje. As famílias estão tão apavoradas com a redução do poder de compra, a ameaça do emprego atual, o desemprego, ou as dificuldades encontradas no dia a dia para levar a diante um negócio. Isso tudo potencializa o medo, que por sua vez atua como um protetor e afasta mais ainda a pessoa de “assumir as rédeas das suas finanças”.

E VOCÊ, COMO ESTÁ SE SENTINDO APÓS ESTA PRÁTICA ? Escreva num papel e se desejar dividir comigo e esclarecer alguma questão, deixe seu comentário neste artigo. Ficarei feliz em poder responder a sua pergunta !

Espero ter ajudado com esta prática e motivado a dar o 1º passo rumo a uma vida financeira com mais propósito ! Fazendo as suas finanças trabalharem para os seus sonhos !

Se desejar receber dicas gratuitas, às 3ª e 5ª feiras estou AO VIVO – Programa Detox dos Gastos, no aplicativo Periscope para celulares IOS e Android. Siga Kátia Avelar, na descrição estará Finanças Pessoais e a minha foto. Qualquer dúvida, envie um e-mail para contato@katiaavelar.com.br que responderei em até 24 horas !

AÇÃO & SUCESSO & PROSPERIDADE !

Kátia Avelar

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Para receber o meu conteúdo GRATUITO, cadastre o seu e-mail !

Kátia Avelar

Consultora e Mestre. Estou aqui para ajudar você a organizar as suas finanças pessoais. Eu te orientarei para que ajuste as sua vida financeira, conforme o momento e planeje a estrutura dos seus sonhos !

Website: http://katiaavelar.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *